Conflito e invisibilidade – britânicos do Quarantine convidam artistas brasileiros para residência na MITsp

Promover o encontro entre os que talvez jamais se encontrassem, a partir de temas como invisibilidade, contradição, diversidade e até mesmo dissidência ideológica. É o que o grupo britânico Quarantine vem provocar e vivenciar no Brasil durante a MITsp – Mostra internacional de teatro de São Paulo. Provavelmente interessada no momento de aporia do Brasil sob o comando conservador, com impasses que parecem insolúveis na área da convivência, a MIT vai oferecer residência multidisciplinar envolvendo o grupo, artistas e não artistas, com apresentação pública ao final, em forma de “instalação performativa”. A proposição lançada é a seguinte: “Olho no olho: quem consegue ser visível na São Paulo de hoje?”.

Leia mais